Roger Gobeth

Ator

voltar

Roger Gobeth é paulista, nascido na cidade de São Paulo e criado em Piracicaba, interior do estado.

Com 17 anos voltou à capital para cursar Arquitetura e Urbanismo na USP.

Neste período, agenciado pela Ford Models, participou de inúmeros comerciais de televisão realizados pelas grandes produtoras de conteúdo com destaque para os filmes da Caloi, Samello e C&A feitos pela O2 filmes e dirigidos por Fernando Meirelles. Um filme de cigarros FREE feito pela Conspiração Filmes e dirigido por Andrucha Waddington na África.

Ainda em São Paulo iniciou seus estudos de teatro na Oficina Cristina Mutarelli tendo estreado nos palcos em 1998 na peça "Arte Oculta" dirigida por Elias Andreato.

Também desenvolveu estudos de interpretação para TV com Fernando Leal, conseguindo fazer as primeiras participações na TV no programa "Fabio Jr Sem Limites Pra Sonhar" na novela "Tiro e Queda" exibida na Rede Record.

Seu primeiro grande personagem veio na 5 a temporada de Malhação da TV Globo dirigido por Ricardo Waddington. Como Touro alcançou grande sucesso de público e crítica no ano de 2000.

Ainda na Globo, fez o Plácido na minissérie "O Quinto dos Infernos" dirigido por Wolf Maya em 2002, Zeca Estrela em "Coração de Estudante" dirigido por Ricardo Waddington em 2002, Jesus em "Kubancan" dirigido por Wolf Maya em 2003/2004 e Beto em "Da Cor do Pecado" dirigido por Denise Saraceni em 2004.

Em 2005 foi o protagonista Fred Frietzenwalden do sucesso infantil "Floribella" exibido pela BAND.

Em 2006 fechou contrato com a Record TV e desde então vem desenvolvendo vários trabalhos durante a chamada "retomada da teledramaturgia" da emissora paulista.

Dentre as obras, destaque para o personagem Felix de "Vidas Opostas" dirigido por Alexandre Avancini em 2006; o personagem Guilherme Pimenta de "Chamas da Vida" dirigido por Edgar Miranda em 2008; Amnon de "Rei Davi" dirigido por Edson Spinello em 2011; Anrão - o pai de Moisés - na primeira fase do sucesso "Os Dez Mandamentos" dirigido por Alexandre Avancini em 2015; Guilherme do Amaral de "Escrava Mãe" dirigido por Ivan Zettel em 2016 e finalmente na minissérie "Sem Volta" dirigida por Edgar Miranda em 2016 o personagem enigmático Solis.

Hoje já está as voltas com a nova produção bíblica da emissora, "O Rico e Lázaro" desenvolvendo o personagem Absalom e sendo dirigido novamente por Edgar Miranda.

No teatro, depois da vinda para o Rio, participou dentre outras da primeira montagem carioca da peça de Juca de Oliveira "Qualquer Gato Vira-Lata Tem Uma Vida Sexual Mais Sadia Que A Nossa" dirigido por Bibi Ferreira no ano de 2001 e tendo grande sucesso de público e crítica; de "Inês de Castro - Rainha Morta" de Alejandro Casona dirigido por Marcello Escorel tendo excursionado para Europa com o espetáculo em 2005, "Perdoa-me por me Traíres" de Nelson Rodrigues dirigido por Claudio Handrey tendo sucesso de crítica em 2010; "A Garota do Biquini Vermelho" de Arthur Xexéo dirigido por Jacqueline Lawrence em 2011 e finalmente "Répétition" de Flavio de Souza dirigido pelo consagrado Walter Lima Jr e tendo imenso sucesso de crítica e público.

No cinema, em 2010 debutou com "VIPs" de Braulio Mantovani dirigido por Toniko Melo e produzido por Fernando Meirelles e O2 filmes. Filme baseado na história do estelionatário Marcelo Nascimento Rocha vivido por Wagner Moura.